ATA DO 5º TREINO TÁTICO – Missão: Desligar Um Reator

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ATA DO 5º TREINO TÁTICO – Missão: Desligar Um Reator

Mensagem  Nathy em Qui Out 29, 2015 7:28 am

5º TREINO TÁTICO – Missão: Desligar Um Reator
24.10.2015 – Início 20:40 termino 22:45

(Treino elaborado Pelo Comandante Jeferson e o Tenente Marchezine).

Participantes:
Comandante Jeferson Alfonsín / Tenente Marchezine / Alferes: Emanuel Pienaar, Guynever, Nathy -  Rafaely / Cadetes: Lucas (chegou quase no final do treino) e Vick.
Resumo da Missão:
A tripulação deverá se dirigir, em naves, a um planeta onde terão que desativar um reator em um tempo determinado e utilizar um código preestabelecido. Essa ação de desligar o reator, deverá ser feita em um mínimo de tempo possível, visto que, se ultrapassar este tempo desconhecido o reator virá a explodir. Ao chegar ao planeta, os tripulantes enfrentarão os inimigos e deverão encontrar uma passagem que os levem a sala onde se encontra o reator para desliga-lo. Em seguida todos deverão voltar as naves  e retornar ao planeta de origem.
Comentários iniciais do Comando - O Comandante Jefferson apontou sobre vários aspectos do treino, inclusive sobre a forma como foi conduzido pelos Alferes Emanuel e Nathy, que em um dado momento orientaram os colegas: (Nathy) em um momento crítico, sugeriu que todos parassem para rever posições e estratégias. (Emanuel) resolveu que precisávamos utilizar as posições P1-P2 e P3, pois os inimigos pareciam estar vencendo e as equipes não conseguiam sair para procurar a entrada do local onde estava o Reator. Apesar de que, o inimigo saia de trás de uma pedra e parecia ser apenas um, vários tiros vinham de partes não identificadas atingindo assim todos que precisaram usar a Biobed inúmeras vezes.
Comentários, análises e sugestões dos participantes na reunião. - Comandante Jefferson – O nível do treino estava muito alto, pois os inimigos se renderizavam muito rápido. Lembrou que a Alferes Guynever aguentou mais tempo, porque usava o Hp antigo, e explicou sobre a tela vermelha do novo Hp que simboliza a debilitação do usuário. Porém informou ao Tenente Marchezine para rever a questão da tela vermelha e a localização da mesma. Explicou vários pontos nos quais a tripulação tinha dúvidas, como equipamentos médicos estarem ainda em testes, posições utilizadas em treinos e missões entre outras. Tenente Marchezine - Comentou que o departamento Tático deve sempre saber como conduzir as táticas de defesa, mesmo porque, nem sempre os treinos e missões serão elaboradas por eles. Desse comentário, entende-se que a divisão tática precisa de treinos individuais para estarem mais aptos em missões e treinos não elaborados pela equipe. Sugeriu elaborar táticas para entrar em ambientes desconhecidos. De suas observações resume-se que a divisão Tática, precisa se organizar. Porém ressaltou que, faltou conhecimento de todos os participantes. Alferes Emanuel – Observou que todos estavam muito emocionados e que isso é bom para treinos em alguns momentos mas, que faltou comunicação quando ele informou que já havia encontrado a entrada que procurávamos, e ninguém ouviu, ou por falta de atenção ou por falha do voice. Lembrou mais uma vez que esse era mais um treino e não uma missão. Falou das dificuldades de uso de voice, e que a equipe é nova ainda e precisa tempo para se adaptar às várias ações que são múltiplas em cada treino e missão. Cadete Vick – Falou sobre o lag que atrapalhou muito e sobre a velocidade em que os inimigos se multiplicavam, e elogiou a atuação da Alferes Guynever que aguentou firme. Também criticou o novo Hp que aos 30% de vida, não dá pra enxergar mais nada devido a tela vermelha que aparece, sugeriu uma tela mais clara (branca ou visão turva) para melhor visualização do ambiente neste caso. Diante de todas as colocações. Cadete Lucas – Reafirmou sua colocação já feita em outras reuniões de que toda a equipe, precisa treinar outros tipos de táticas e se acostumar com ambientes de combate, pois nem sempre as situações que acontecem são conhecidas, e nessas situações deve-se ter conhecimento prévio e se adaptar as ações que serão desenvolvidas no momento que as novas dificuldades aparecem. Falou que as posições P1 – P2 e P3, nem sempre se adaptam a todas as situações, sendo necessário a divisão de equipes.
Obs.: O Treino teve início às 20:40 e término às 22:45, porém a reunião após treino durou 1:29, onde muitas questões foram discutidas.
------xxx------









Nathy

Mensagens : 8
Data de inscrição : 11/10/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum