02-Wesyan Karu-DIÁRIO DE BORDO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: 02-Wesyan Karu-DIÁRIO DE BORDO

Mensagem  Wesyan Karu em Ter Out 11, 2011 9:15 pm

Computador Iniciar Gravação:

Data Estelar 20110814.20.30

Depois de muitas reuniões com o comando, foi decidido como fariamos a missão cientifica
Apos estabilisar a nave perto das estrelas binarias, coletamos dados importantes antes das estrelas colapsarem que foi previsto para 6 horas depois de chegarmos.
Por causa do aumeto da radiação, recomendei levantar os escudos e o comandante B7 mandou acionar o alerta amarelo
Lançamos e ativamos uma sonda de classe 2 para melhorar a captação de sinais
Todos estavam tensos com a instabilidade da região, fazíamos, constantemente, testes de todos os sistemas da Nautilus
O Alferes Ekotay continuou mantendo as distâncias entre a nave e o evento para coletarmos o maximo de dados.
Faltando alguns minutos para o colapso das estrelas, o comandante B7 mandou a Cadete Lara aumentar a potência dos escudos, que protegeu a saude dos tripulantes, porém, as bobinas dos geradores entraram em combustão por causa da explosão do Trilitium de uma das estrelas.
Ao confirmar que não poderiamos consertá-las com as ferramentas da Nautilus, o B7 determinou retorno imediato à DS6.
Nesse instante, o comandante B7Web recebeu uma chamada prioridade 1 do comando da frota e o Cadete Joseph assumiu a ponte (que na minha opinião, é pouco lógico colocar cum cadete no comando quando tem 2 alferes disponíveis) enquanto o Comandante foi atender a chamada na sala de comando
O Alferes Ekotay comentou com a tripulação que a chamada preocupou-o pois demorou bastante.
Depois de alguns minutos, o B7 voltou mandando o Cadete Luís lançar outra sonda classe 2 e pediu para o Alferes Ekotay mudar o curso para o sistema Veritas
O Alferes Ekotay traçou o curso e determinou velocidade de dobra 9, e quando o comandante foi questionado pelo Cadete Joseph por que a mudança tão brusca de rumo, respondeu que tinhamos novas ordens e se retirou para seus aposentos.
Saimos do sistema HM Canciri em direção ao sistema Veritas.
Depois de alguns minutos no sistema veritas, recebemos uma comunicação de uma nave ferengi que chegou a região.
Mediante autorização do B7, foi teletransportado um objeto para a nossa nave enquanto a nave ferengi que sumiu em dobra maxima. Conforme analise do Cadete Luís era uma câmara de crio-estase que continha um ser vivo que era provavelmente um neo-cardassiano com siinais de vida estáveis, a qual o comandante mandou teletransportar para a enfermaria sem reanimar o neo-cardassiano.
Retornamos assim a rota para a DS6, como objeto.
Quando o Alferes Ekotay estava prestes a acionar os motores em dobra 9, foi parado pela cadete Lara, que informou que o casco estava polarizado, o campo de dobra ficou instável podendo comprometer a integridade da nave e que só poderíamos seguir em dobra 4.
Após 8h de percurso, detectei um sinal de socorro de uma nave da federação, vindo da nebulosa de Kripton, sem indentificação precisa.
Sendo a Nautilus a nave mais proxima desse sinal, nos deslocamos na direção dele.
Após localizar o planeta, mesmo com a interferência da nebulosa sobre os sensores, o cadete Luis indentificou a nave como a USS Primor, desaparecida ha mais de 20 anos, então eu lembrei que essa nave possivelmente levava no momento de seu desaparecimento uma ARMA NEOGENICA que tinha sido desenvolvida pelo Dominio e que poderia ser usada contra a federação, e avisei o B7
O comandanteB7 nos mandou investigar a nave, e devido as interferências, o grupo avançado foi de nave auxiliares.
Nos chegamos ao planeta e localizamos a nave intacta, mas sem sinais da tripulação.
após algum tempo, eu e o comandante informanos o grupo que fomos pegos numa emboscada por mais de 2 naves neo-cardassianas, e que a nossa nave não "sobreviveu" ao ataque juntos de alguns tripulantes.
Depois de uma semana de intensos reparos e conseguindo localizar dilitium no planeta, fomos finalmente em direção à DS6, em dobra 5.
Quando chegamos na DS6, B7 foi direto para uma reunião com o alto comando.
Então fizemos uma homenagem aos tripulantes cujas vidas perderam na batallha.

Computador Finalizar Gravação.
Autorização: Épslon Alfa Beta 12 Épslon
avatar
Wesyan Karu

Mensagens : 78
Data de inscrição : 12/01/2010
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.ussventure.eng.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 02-Wesyan Karu-DIÁRIO DE BORDO

Mensagem  Wesyan Karu em Dom Fev 20, 2011 10:15 am

Computador, iniciar gravação
data estrelar 110219

Hoje, nós fizemos um treinamento tático, contra vários robôs, que atiravam em nós.
Primeiro, fizemos o treinamento, num lugar que parecia um posto avançado cardassiano, com várias armadilhas, e cardassianos.
Em alguns lugares que você pisava, Cardassianos se teletransportavam para sua frente, do lado ou até mesmo atrás.
Na primeira tentativa, eu sofri vários ferimentos graves,mas na 2ª tentativa, eu consegui resgatar o Sr Lor Data.
Depois de eu, o Ekotay e o Comandante B7 tentarmos, o B7 introduziu à nós uma nova tática para aquele tipo de ambiente, o P1 P2 P3.
Depois de utilizar a tática P1 P2 P3 com sucesso, nós treinamos contra 10 robôs que atiravam em nós.
Primeiro, tentamos ir nós 3 juntos de uma vez, depois fomos cada um sozinho, é claro que sofremos menos ferimentos todos juntos do que cada um sozinho.
E eu percebi que a tática do B7 de ficar andando pelo campo de batalha, foi bem melhor do que a minha de esconder em uma parte do campo de batalha.

Computador, finalizar gravação
Autorização: Épslon Alfa Beta 12 Épslon
avatar
Wesyan Karu

Mensagens : 78
Data de inscrição : 12/01/2010
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.ussventure.eng.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 02-Wesyan Karu-DIÁRIO DE BORDO

Mensagem  Wesyan Karu em Dom Dez 12, 2010 10:56 am

Computador, iniciar gravação
Data estrelar 101211

Recebemos informações de que os neo-cardassianos fizeram um ataque à venture.
Eles colocaram armadilhas para se pisassemos nela, ativaríamos uma armadilha onde eles teletransportariam uma sonda que atirava em nós.
Recebemos também informações de que a vida das sondas era de 2500, 25 vezes mais fortes que nós, e que eles tinham uma auto-destruição
As armadilhas estavam por toda a land, e tinhamos a missão de desarmá-las.
Separamos em 2 grupos, eu e o Comandante B7, e o Ekotay e a tripulante convidada Annajaneway.
Haviam muitas armadilhas, então à cada porta que abríamos, tinhamos que procurar a auto-destruição.
O Ekotay nos deu a informação de que no jardim betazed, haviam arvores de mais para achar a auto-destruição, então fomos ajudá-lo, mas fomos gravimente feridos e teletransportados para a enfermaria da Nautilus, então fomos procurar pelo resto da land.
Nós achamos 1 no caminho para o tribunal klingon, 4 dentro do tribunal klingon, 1 denntro do senado Romulano e 1 perto, um perto da praia de risa e 1 perto do museu, 3 no templo vulcano (2 dentro e 1 perto do teletransporte).
Voltamos para a Nautilus, mas recebemos informações de que haviam mais armadilhas, no mirante, no museu, no laboratório subaquatico, e, como havia uma interferencia, achou uma no templo Vulcano, que deveria ser o reflexo de um que ele não achou perto do laboratório subaquatico.
Nos dividimos para destruir as armadilhas restantes, eu fui para o Mirnte, o Ekotay foi para o museu, o B7 para o laboratóro subaquatico, e a Annajaneway foi para o templo Vulcano.
Como eu fui o primeiro a terminar, fui ajuda o Ekotay, e a Annajaneway informou não ter encontrado nenhuma armadilha.
Depois de ajudar o Ekotay, fui ajudar o B7, lá, encontrei e destrui 2 armadilhas.
Todos tinham destruido suas armadilhas, mas os sensores detectaram depois, 2 armadilhas no Tribunal Klingon.
O B7 nos chamou para ir para a nave antes de eu destruir as duas armadilhas do Tribunal Klingon. E eles estavam escondidos em salas secretas.
Então suspeito que existam mais armadilhas, então se alguém morrer por causa de sondas, procure uma caixa preta com uma caveira e ossos cruzados, esse é o botão de auto destruição.

Computador, finalizar gravação.
Autorização: Épslon Alfa Beta 12 Épslon
avatar
Wesyan Karu

Mensagens : 78
Data de inscrição : 12/01/2010
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.ussventure.eng.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 02-Wesyan Karu-DIÁRIO DE BORDO

Mensagem  Wesyan Karu em Dom Dez 12, 2010 10:55 am

Computador, iniciar gravação
Data Estrelar 101204
Nós recebemos informações muito intrigantes sobre um grupo terrorista cardassiano, eles se denominaram neo-cardassianos, que queriam restaurar uma tal de Neo-cardássia.
Soubemos que uma das naves Neo-cardassianas capturou uma nave da frota com seu raio trator, mas quando chegamos lá, estavam atirando em nós.
Eu tive que destruir os canhões que atiravam automaticamente, para depois destruir o raio trator que prendia uma nave à outra. Pois só eu estava no canhão.
Mas os sensores acusaram ter reféns dentro da nave neo-cardassiana e que os neo-cardassianos tomaram a outra nave.
Nos dividimos em dois grupos, um para atacar a nave neo-cardassiana, outra para ir na nave da frota.
Vestimos os trajes espaciais com as mochilas à jato para abordar as naves, nós achamos que seria bem mais discreto...
Logo no andar da nave Neo-cardassiana, estava um soldado neo-cardassiano esperando por nós.
Logo após eliminar este cardassiano, fomos averiguar o resto da nave para procurar pelos reféns.
No andar de baixo, eu encontrei 2 reféns, não sabia se os outros estavam mortos, ou se já foram salvos.
O outro grupo teve a missão completada primeiro. Então eles foram nos ajudar.
Eu fui ferido muitas vezes, mas conseguimos resgatar os reféns.
Quando voltamos para a nave, um dos reféns nos disse que outros reféns tinham sido presos numa instalação neo-cardassiana. Então, eu, o B7 e a tripulante convidada, Annajaneway, nos teletransportamos para lá.
Nós utilizamos a tática P1 P2 P3, eu fui o P1, o B7 foi o o P2, e a Annajaneway foi o P3.
Chegamos até o final da instalação, onde estavam os reféns e eu resgatei eles. Pois, por causa do campo de força, a Annajaneway e o B7 não passaram da ultima porta.
Após resgatarmos os reféns, voltamos para a DS3 para finalizar a missão.

Computador, finalizar gravação.
Autorização: Épslon Alfa Beta 12 Épslon


Última edição por Wesyan Karu em Dom Dez 12, 2010 10:58 am, editado 1 vez(es)
avatar
Wesyan Karu

Mensagens : 78
Data de inscrição : 12/01/2010
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.ussventure.eng.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 02-Wesyan Karu-DIÁRIO DE BORDO

Mensagem  Wesyan Karu em Qua Dez 08, 2010 11:45 am

Computador, iniciar gravação
Data estrelar:101128
Nós fomos verificar a anomalia em que a USS Andor entrou 1 semana antes, levando a Embaixadora Oriana, na missão de resgatar a Andor. Mas, quando chegamos perto da anomalia, fomos sugados para dentro.
Logo após passarmos para o outro lado, encontramo-nos com a USS Andor, mas ela estava diferente, a nave virou do Império Terrano.
Então, quando tentamos contactar à Andor, o Shran não estava mais a bordo.
Soubemos então, que o Shran e a Embaixadora foram raptados por 13 naves orianas.
Tinhamos que resgatar o Shran e a Embaixadora.
Os sensores indicaram um planeta classe M, onde, possívelmente, o Shran e a embaixadora estavam.
Nós aterrissamos as naves no planeta, a Andor e a Nautilus.
Então, nós saimos da nave para averiguar os predios para achar o Shran e a Embaixadora.
A cada vez que tentávamos nos defender, apareciam mais orianos atirando em nós.
Houveram muitos danos.
Após derrotar os orianos que impediam de resgatar o Shran e a Embaixadora, teletranspotramos eles para a Andor.
Estávamos presos naquele universo paralelo.
Então, nós entramos no banco de dados do império terrano, e achamos uma estação-protótipo, perto do planeta.
Nos teletransportamos para a estação, onde eu achei um bilhete que estava escrito:

"Estação prototipo para abertura de anomalias para universos paralelos"
Achamos a solução para voltar para casa, só precisávamos de abrir o portal e depois (como o comandante B7 decidiu)destruir a estação.

A Annajaneway abriu a fenda, e entramos nela, a Nautilus e a Andor, antes da estação se auto-destruir.
A missão foi bem-sussedida.
Após voltar, nós fomos para a DS3 para finalizar a missão.

Computador, finalizar gravação.
Autorização: Épslon Alfa Beta 12 Épslon
avatar
Wesyan Karu

Mensagens : 78
Data de inscrição : 12/01/2010
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.ussventure.eng.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 02-Wesyan Karu-DIÁRIO DE BORDO

Mensagem  Wesyan Karu em Sab Nov 27, 2010 9:18 am

Computador, iniciar Gravação
Data estelar 101120

Nós nos encontramos na DS3 para realizar uma missão de exploração de outros planetas.

Nós fomos num planeta, onde parecia que estávamos na idade média da Terra.
Nós tinhamos que nos desfarçar.
Haviam várias casas, totalmente vazias.
Haviam também, um moinho de vento, um rio, uma ponte, uma igreja, e um castelo gigante (que eu fiquei perdido lá dento).

Apareceram 2 habitantes, âmbas montados num cavalo, elas estavam dentro do castelo.
Nós tivemos vários lugares para visitar.
Nossa missão foi bem tranquila

Computador, finalizar gravação.
Autorização: Épslon Alfa Beta 12 Épslon
avatar
Wesyan Karu

Mensagens : 78
Data de inscrição : 12/01/2010
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.ussventure.eng.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 02-Wesyan Karu-DIÁRIO DE BORDO

Mensagem  Wesyan Karu em Sab Nov 27, 2010 9:17 am

Computador, iniciar Gravação
Data estelar 101114

O capitão da nossa nave, o B7, nos chamou para fazer um treinamento tático, então ele renderizou uns alvos para os canhoneiros da nave (eu e o Luis) atirar neles, depois ele renderizou uns robôs para eu e o Luis atirarmos.
Então, nós fomos revesando os canhões, o Ekotay e o Luis entraram nos canhões com o mesmo objetivo.
Depois, o B7 nos chamou para o treinamento de naves auxiliares, ficamos em duplas, destribuidas assim:

¤Comandante B7 e eu
¤Luis e Ekotay

Nas naves auxiliares, começou assim:

piloto: eu canhoneiro: Comandante B7
Piloto: Ekotay Canhoneiro: Luis

Depois que o comandante B7 criou o circuito, nós começamos a percorrê-lo, e, para nossa surpresa, no final do circuito, havia um canhão atirando nas naves que passavam, felizmente, eu e o comandante B7 conseguimos destruí-lo, mas depois, quando nós mudamos de posição, havia outro canhão atirando em nós, sofremos vários danos, mas conseguimos eliminar o canhão.

O treinamento foi difícil.

Computador, finalizar gravação.
Autorização: Épslon Alfa Beta 12 Épslon


Última edição por Wesyan Karu em Sab Nov 27, 2010 9:32 am, editado 4 vez(es)
avatar
Wesyan Karu

Mensagens : 78
Data de inscrição : 12/01/2010
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.ussventure.eng.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

02-Wesyan Karu-DIÁRIO DE BORDO

Mensagem  Wesyan Karu em Dom Nov 21, 2010 10:33 am

Compudador, iniciar gravação.

Data estrelar 101113

Estávamos numa reunião, para repassar as posições e funções de cada tripulante, quando recebmos um comunicado da frota dizendo que eles perderam contato com a Estação Científica Gama.

Embarcamos na nave na missão de averiguar o que estava acontecendo e recuperar a estação, localizada na nebulosa de Mutara, nas proximidades do planeta Alpha Ceti.

Colocamos a nave numa distância segura, para verificar com os nossos sensores o que estava a contecendo.

Os sensores detectaram várias esferas borgs em volta da estação, mas como elas estavam em modo de hibernação, seria possível destruí-las com a nova nave auxíliar equipada com os torpedos Quantum.

Fomos eu, como piloto, e o Luis Novaland , como canhoneiro, na nova nave equipada com os torpedos quantum. Eu tive dificuldades para dirigir a nave e para achar a estação, quando o Luiz começou a atirar, eu senti que a nave ricocheteava para trás, então, tive compensar indo para frente, à cada tiro que o Luiz dava, reposisionando a nave. A missão de destruir as esferas borgs foi bem-sucedida.

Após abater 4 naves borgs, área esava limpa, nenhuma ameaça à segurança da Nautilus, então chegamos à uma distância onde poderíamos nos teletransportar para a estação.

A tripulação se teletransportou para a estação, para eliminar os borgs que estavam dentro da estação Gama, eu fiquei na nave para evitar que outra nave destruísse a Nautilus.

Sofremos várias baixas, mas conseguimos eliminar os borgs, e recuperar a estação.

Mas para nossa surpresa, após recuperar a estação, várias esferas borgs apareceram na nossa frente para tentar retomar a estação.

Felizmente, a Nautilus, já era preparada para este combate, pois pode atirar em um ângulo maior que as outras naves da frota. E conseguimos, eu (no canhão esquerdo) e o Luís, eliminar as 3 esferas borgs restantes.

Então voltamos para a DS3 para finalizar a missão, e atualizar os relatórios.

Computador, finalizar gravação.

Autorização: Épslon Alfa Beta 12 Épslon
avatar
Wesyan Karu

Mensagens : 78
Data de inscrição : 12/01/2010
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.ussventure.eng.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 02-Wesyan Karu-DIÁRIO DE BORDO

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum